Alecrim

Antigamente no Alqueidão chamavam-lhe anecril. Era um dos arbustos que se queimava nas fogueiras do São João.

O nome científico é Rosmarinus officinalis. É muito comum na nossa região por ser um arbusto que se dá preferencialmente em solos de origem calcária. Os romanos chamavam-lhe rosmarinus que em latim significa orvalho do mar.

É facilmente confundido com rosmaninho, no entanto alecrim e rosmaninho são espécies muito diferentes.

O alecrim é uma planta extraordinária. Tem incríveis poderes medicinais e ainda muitas outras utilizações que permitem aproveitar ao máximo os seus benefícios.

Utilização Medicinal

O alecrim combate a diabetes e o reumatismo, ativa as funções do pâncreas e estimula a circulação. Há quem diga que o chá tomado quente acalma a tosse.

O uso popular considera o alecrim como remédio infalível para curar anemias. Para isso basta colocar um ramo de alecrim num copo com água acabada de ferver, depois tapar e deixar repousar por 10 minutos. Coar e beber meio copo todas as manhãs em jejum, mantendo o que sobrou no frigorífico. Dizem que repetindo este tratamento cinco vezes, (ou seja cerca de um litro de chá), consegue-se curar qualquer anemia.

Em Aromaterapia o óleo essencial de alecrim é utilizado para tratar dores musculares, reumatismo e  artrite.

Para as tonturas preparar um chá com três cravos-da-India sem cabeça, uma colher de chá de alecrim e uma colher de chá de erva doce e tomar à noite antes de dormir.

O alecrim pode ainda ser usado como tónico capilar e para combater a caspa. Para isso faz-se um chá forte com alecrim e sálvia e junta-se ao champô, na proporção de um quarto de chá para um frasco de champô.

Um resumo dos benefícios do Alecrim

  • O alecrim equilibra as nossas defesas e tem excelentes resultados no tratamento de doenças auto imunes.
  • Ajuda a recompor o sistema nervoso depois de uma longa atividade intelectual.
  • Ajuda o organismo a assimilar o açúcar e por isso é ótimo para os diabéticos
  • É digestivo e sudorífero
  • É excelente conta a anemia, menstruação insuficiente e problemas de irrigação sanguínea.
  • É excelente contra gripes e bronquites
  • É indicado para tendinites e dores musculares
  • É indicado para problemas de coração, como por exemplo arritmia.
  • É ótimo contra o cansaço mental e esgotamento.
  • É ótimo contra a falta de memória e capacidade de aprendizagem.
  • É ótimo para a saúde da pele com lesões e queimaduras
  • É útil contra a queda do cabelo e contra a caspa.
  • Estimula o metabolismo, agindo no fígado e melhorando a irrigação do órgãos.

Pessoas hipertensas devem usar o alecrim com moderação.

 Utilização Caseira

Inseticida natural, plantado na horta, protege as outras plantas.

Ramos de alecrim frescos colocados entre as roupas combatem as traças.

desinfetante de alecrim: Ferver folhas e caules de alecrim durante meia hora. Espremer e usar, misturado com um porco de detergente, para lavar casas de banho.

Utilização Culinária

Fresco ou seco, é apreciado na preparação de várias carnes tais como aves, carne de porco, cabrito e vitela. Usa-se também na preparação de batatas, sopas e molhos. No churrasco, o alecrim espalhado por cima das brasas vai difundindo um cheirinho muito agradável no ambiente.

Esta entrada foi publicada em Plantas que curam. ligação permanente.

Uma resposta a Alecrim

  1. joao soares diz:

    O mesmo nome se dá no Alentejo ao alecrim, segundo o Dicionário de Cândido de Figeuiredo.

    Gostar

Obrigado pela visita. Volte sempre!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s