Calçada Romana

O troço de Calçada Romana da Carreirancha em Alqueidão da Serra foi construìda para o escoamento do ferro explorado nos Vieiros, na Figueirinha e no Zambujal, seguia para Tomar, via Bouceiros.

Nas Carrasqueiras, perto de Penedo Pascoal existiam também cerca de 50 metros desta Calçada que ia sair às Cortinas, Porto de Mós.

Foi por esta estrada que passaram as tropas de D.Nuno Alvares Pereira na véspera da batalha de 14 de Agosto de 1385, nos terrenos naquele tempo pertencentes a Aljubarrota, hoje de São Jorge.

Fonte:”Da Pré História à Actualidade – Monografia de Porto de Mós” de Francisco Furriel

Outras informações sobre esta estrada em http://www.portugalromano.com/2011/01/troco-de-via-romana-em-alqueidao-da-serra/

O troço de calçada romana existente na aldeia de Alqueidão da Serra, é considerado um dos mais importantes vestígios arqueológicos do período romano, no concelho de Porto de Mós.

A estrada tem cerca de 100 metros de comprimento e 4 metros de largura e estima-se ter sido construída entre o século I a.c. e o século I d.c..

Calçada Romana de Alqueidão da Serra em 2007

Ao longo das bermas existem pequenos blocos mais elevados colocados a espaços mais ou menos regulares, e nas zonas em que o terreno é desnivelado existem muros de suporte.

Existem ainda naquela zona, pequenos carreiros, que são troços da estrada romana já bastante degradados.

DSCN2063

Por divergências politicas a Estrada Romana foi quase destruída durante os primeiros anos da Republica.

Calçada Romana de Alqueidão da Serra em 2007

Durante o mandato de José da Silva Catarino como presidente da Junta de Freguesia, foi construído o edifício “Centro de Interpretação da Calçada Romana” e o parque de merendas, nos terrenos que ficavam junto à  Estrada Romana.

DSCN2050

Parque de Merendas da Calçada Romana

No parque de merendas existem grelhadores feitos com tijolos onde se podem colocar as grelhas para fazer churrasco e existe também um chafariz, o que faz deste sitio um óptimo lugar para os piqueniques de verão.

 

Esta entrada foi publicada em Património Arquitectónico com as etiquetas . ligação permanente.

Obrigado pela visita. Volte sempre!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s