Arquivos Diários: 11 de Julho de 2015

Alqueidão no Coração

Um poema de Manuel Salvador Calvário Gomes 1º Em meus versos ou dizer O que é a minha aldeia Mas um favor eu lhes peço Não me digam que ela é feia. 2º Se lhe chamarem pirosa Fico triste, não … Continuar a ler

Publicado em Alqueidão, Lugar à Poesia | 2 Comentários