Irmã Graça Maria

Andrelina Roque nasceu em Alqueidão da Serra no dia 21 de Março de 1941. É filha de José Pereira Roque de alcunha “Zé Russo” e de Maria de Jesus, mais conhecida por “Maria Alvina” por ser filha da Ti Albina.

A Andrelina frequentou a escola primária no Alqueidão da Serra até terminar a antiga quarta classe. A partir desta altura, o que havia para fazer era ajudar o pai no campo, que era o que também acontecia com as outras raparigas da sua idade.

Mas a Andrelina não gostava de trabalhar no campo, e por isso o seu pai resolveu comprar-lhe uma máquina de costura, e ela foi aprender o ofício de costureira com a Ti Alcina.

Mas isto de ser costureira também não era coisa que lhe agradasse, de maneira que ela também não andava lá muito satisfeita com este novo trabalho.

Entretanto, as irmãs da Andrelina repararam que ela desaparecia por várias horas, sem ninguém saber para onde, e estas saídas misteriosas de certo traziam “água no bico”.

Vieram depois a saber o que estava a acontecer:

A Andrelina escapava-se em segredo para Fátima, para se encontrar com as irmãs dominicanas.

Um dia, ela chegou com um ar muito sério e resolveu contar aos pais que tinha decidido dedicar-se à vida religiosa, e que necessitava do enxoval.

O pai, homem calmo e consciente reagiu bem. A mãe nem por isso! Muito isto lhe custou! Foi sempre muito contrariada que juntou o enxoval para a filha.

No dia 28 de Março de 1967, a Andrelina pediu aos pais que fossem com ela a Fátima. Levava o seu enxoval na mala, e foi nesse dia que entrou para o convento,  na ordem de São Domingos.

José Pereira Roque e sua esposa regressaram ao Alqueidão onde as suas outras filhas os esperavam em casa, juntamente com uma vizinha, na expectativa de saber das novidades. A Maria Alvina gritava inconsolável:

Eu fui enterrar a minha filha!…

– Ó Maria, tem lá calma, foi Deus que a quis chamar. – dizia-lhe o marido.

– Foi Deus o quê?! Para que quer Deus saber dela?!

Entretanto, a Andrelina foi de Fátima para a Casa de S. José, na Quinta do Ramalhão,(actualmente Colégio de São José das Irmãs Dominicanas Portuguesas), onde fez o noviciado sob o duro escrutínio das superioras. Foi um período muito difícil da sua vida de noviça, mas do qual nunca se queixou.

No fim, recebeu o hábito de freira, deixou o seu nome de Baptismo e tornou-se a Irmã Graça Maria de Jesus Roque.

Seguiu depois para o externato S. José, no Restelo onde tirou o curso de educadora de infância.

Irmã Graça Maria com o pai, e também a sua irmã Purificação com o marido e filhos.

Os dois anos seguintes passou-os na Guarda e depois partiu para a ilha da Madeira onde esteve catorze anos numa instituição de raparigas, no Funchal, onde se ocupou da educação de crianças e adolescentes em situação precária, e órfãos.

 Abrigo de Nossa Senhora de Fátima no Funchal em 1983

Depois regressou a Fátima, para se tornar mestre de noviças durante sete anos, após os quais foi enviada para outra instituição de crianças em Portimão.

Mais tarde, um pequeno percurso em Aveiro para trabalhar com idosos e finalmente para Coimbra. Regressou depois a Fátima à Casa das Irmãs Dominicanas Portuguesas onde se encontra actualmente a desempenhar as funções de Madre Superiora.

Em 28 de Março de 2017 a irmã Graça Maria celebrou 50 anos de vida consagrada.

Em ação de graças pelos 50 anos de vida consagrada foi celebrada missa paroquial do Alqueidão da Serra.

No final da missa a Andrelina dirigiu-se aos presentes para agradecer e também para lembrar os seus tempos de infância e juventude passados no Alqueidão da Serra.

Recordou que foi nesta mesma igreja que começou a despertar a sua vocação religiosa, e mostrou-se feliz pelo caminho que escolheu dizendo que se sente 100% realizada como freira dominicana.

 

Esta entrada foi publicada em Biografias. ligação permanente.

2 respostas a Irmã Graça Maria

  1. Marisa diz:

    Muito obrigada, nunca a esqueci. Foi pena de ter ido embora naquela altura.

    Gostar

  2. Paz e Bem e que Deus Nosso Senhor a continue a abençoar!

    Gostar

Obrigado pela visita. Volte sempre!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s