Quaresma 2020

Apareceu na China, um vírus que rapidamente se espalhou, causando a morte a 12.944 pessoas em todo o mundo, desde Dezembro de 2019 até ao dia 21 de Março de 2020.

Os sintomas são:

  • Febre (temperatura superior a 37,5ºC)
  • Tosse
  • Dificuldade respiratória (falta de ar)

O primeiro caso em Portugal foi confirmado a 2 de Março.

No dia 18 de Março havia em Portugal 642 infectados e duas mortes e foi decretado Estado de Emergência. As pessoas foram obrigadas a ficar em casa.

A realidade ultrapassou a ficção. Nem queremos acreditar no que nos está a acontecer!

Fecharam restaurantes, cafés, ginásios, piscinas, igrejas, escolas e todos os lugares onde normalmente permaneciam muitas pessoas. Só ficaram abertos os serviços essenciais e não há autorização para andar na rua, sem justificação.

No Alqueidão as pessoas cumprem as regras, porque perceberam que esta epidemia tem que ser travada o mais rapidamente possível.

As ruas desertas, as lojas fechadas, as pessoas não podem mais sair. (Em breve os javalis pensam que não está cá ninguém e vêm todos passear por aí.)

Mas a Primavera não sabe de nada disso.

E os campos enchem-se de flores, os pássaros fazem os seus ninhos e as árvores ganham nova vida.

As pessoas continuaram fechadas em casa, todas as atividades suspensas não se sabendo até quando, e as tradicionais celebrações de Quaresma também não podem existir.

Esta é sem dúvida a quaresma mais difícil das nossas vidas. Somos obrigados a renunciar a muitas coisas que gostamos, e temos que gerir a preocupação, a ansiedade, o medo e a angustia.

Os Cristãos assistem a missa pela televisão, ou internet, e fazem a sua comunhão espiritual, seguindo as transmissões do Santuário de Fátima, Canção Nova, Internet. até que possam novamente se reunir e receber Jesus na Eucaristia.

Domingo 22 de Março

Em Portugal já tem 1600 infetados e 14 mortos. Há contágio em 4 lares. O Pico da pandemia deverá ser atingido a 14 de Abril, ou seja, depois da Páscoa.

Em pleno estado de emergência e com as restrições impostas para combater a propagação do novo coronavírus, algumas marginais do norte do país estiveram repletas de pessoas este domingo. Como medida radical, na Póvoa de Varzim, a marginal foi fechada ao trânsito e a PSP controlou a entrada de pessoas na cidade.

Segunda 23 de Março

Novo coronavírus já provocou 23 mortes em Portugal. Há pelo menos 2.060 casos de COVID-19 em território nacional, sendo que 14 pessoas recuperaram.

Terça 24 de Março

Em Portugal, o número de infetados subiu hoje para 2362. A nível nacional já há 29 vítimas mortais. Há a registar ainda 22 recuperados em Portugal.

Com tudo de quarentena, não podem existir concertos nem concentrações de pessoas,  mas e que tal um coro virtual para desanuviar?

Quarta, 25 de Março

Do total de 2.995 infetados, 43 pessoas morreram e 276 estão internadas, das quais 61 nos cuidados intensivos. O número de recuperados mantém-se nos 22.

Hoje o mundo inteiro se uniu em oração pelo fim da Pandemia, respondendo a um pedido do papa Francisco que nos convidou “a recitar o Pai-Nosso  ao meio-dia, todos juntos”.

Hoje também o bispo de Leiria-Fátima, ajoelhado aos pés da Imagem da Capelinha, fez a consagração de Portugal e Espanha (e mais 20 países que se associaram) ao Sagrado Coração de Jesus e ao Imaculado Coração de Maria, no fim do terço das 18h30, no Santuário de Fátima.

Foto de Agencia Ecclesia

Quinta, 26 de Março

Existem 3.544 pacientes infetados em Portugal. 191 pessoas estão internadas, das quais 61 estão em cuidados intensivos. As restantes encontram-se em casa, a ser acompanhadas pelas autoridades de saúde. O número de óbitos subiu para 60. O número de recuperados subiu para 43.

No Alqueidão está toda a gente em casa. Na Farmácia atendem ao postigo. Na Loja da Madalena as pessoas são atendidas à porta, ninguém entra na loja.

Os elementos pertencentes à nossa Junta de Freguesia ofereceram-se para ir levar as compras a casa daqueles que precisarem. Toda a gente evita saídas desnecessárias.

Sexta, 27 de Março

Hoje tivemos o primeiro caso de Covid-19 no Concelho de Porto de Mós.

De acordo com o boletim diário da Direção-geral da Saúde (DGS), registaram-se até ao momento 76 mortes por COVID-19 em Portugal e existem 4.268 casos confirmados da infeção em território nacional.

O Papa Francisco presidiu esta sexta-feira, 27 de março, a uma oração no pátio da Basílica de São Pedro, sem a presença de fiéis,  que foi seguida por uma bênção excecional “Urbi et Orbi” (à Cidade e ao Mundo), devido à pandemia do novo coronavírus.

“Queridos irmãos e irmãs, deste lugar que atesta a fé rochosa de Pedro, gostaria nesta tarde de vos confiar a todos ao Senhor, pela intercessão de Nossa Senhora, saúde do seu povo, estrela do mar em tempestade. Desta colunata que abraça Roma e o mundo desça sobre vós, como um abraço consolador, a bênção de Deus. Senhor, abençoa o mundo, dá saúde aos corpos e conforto aos corações!”

Não é nada difícil ver na imagem do Papa Francisco, o bispo vestido de branco de que fala a irmã Lúcia no terceiro segredo de Fátima, caminhando sozinho na cidade deserta, orando debaixo de chuva numa praça completamente vazia.

Sábado 28 de Março

Registaram-se até ao momento 100 mortes por COVID-19 em Portugal. Existem 5170 casos confirmados da infeção em território nacional. Há, ao todo, 43 casos de doentes recuperados em Portugal, o mesmo número que na sexta-feira.

Não há novos casos no Conselho de Porto de Mós. Continuamos com 1 que foi registado ontem.

Domingo, 29 de Março

O número total de casos confirmados sobe para 5962. Morreram até ao momento 120 pessoas em Portugal. O numero de recuperados continua a ser 43.

Não temos novos casos no concelho de Porto de Mós, mas faleceu o cidadão deste concelho que testou positivo no dia 27. Trata-se de uma pessoa do sexo masculino, de 60 anos de idade, residente na freguesia da Calvaria de Cima.

Segunda, 30 de Março

Em Portugal, o número de infetados subiu hoje para 6408. A nível nacional já há 140 vítimas mortais. O numero de recuperados continua a ser 43.

Hoje 30 de Março foi registado o segundo caso positivo no concelho de Porto de Mós. Um individuo do sexo masculino com idade superior a 60 anos, residente nas Pedreiras.

Terça 31 de Março

Por todos os meios se apela às pessoas para que fiquem em casa.

Há 160 mortos por causa da covid-19 no país. Portugal tem 7.443 casos confirmados.

No último dia do mês de Março não registamos qualquer novo caso de COVID-19 confirmado a residentes no Concelho de Porto de Mós, de acordo com a informação das Autoridades de Saúde.

Quarta, 1 de Abril

Em Portugal, o número de infetados subiu hoje para 8251. A nível nacional já há 187 vítimas mortais.

“Hoje, dia 01 de Abril, não se registou qualquer novo teste positivo COVID-19 a residentes do Concelho de Porto de Mós. Registamos com agrado a melhoria do estado de saúde do cidadão da Freguesia de Pedreiras que apresentou resultado positivo.” (Comunicado do Presidente da Câmara de Porto de Mós).

Quinta 2 de Abril

O último balanço das autoridades de saúde pública aponta para 9.034 casos de infeção e 209 mortos pelo novo coronavírus em Portugal. O total de recuperados é 68.

Hoje, dia 2 de Abril, não se registou qualquer novo teste positivo COVID-19 a residentes do Concelho de Porto de Mós.

Sexta 3 de Abril

Em Portugal, o número de infetados subiu hoje para 9886. A nível nacional já há 246 vítimas mortais. Número de recuperados mantém-se nos 68.

Hoje, dia 3 de Abril, não se registou qualquer novo caso positivo de COVID-19 a residentes no Concelho de Porto de Mós.

Sábado 4 de Abril

Já morreram 266 pessoas em Portugal devido à covid-19. Segundo a DGS, há 10.524 casos confirmados.

“De acordo com as autoridades de saúde pública não se registaram novos casos de infecção por covid-19 a residentes no concelho de Porto de Mós nas últimas 24 horas”, é o que refere o comunicado do Presidente da Câmara Municipal de Porto de Mós, para 4 de Abril.

Este é um vírus traiçoeiro, porque pode estar nas coisas que tocamos e passar para nós, mas durante 14 dias não se passa nada, não há qualquer sintoma, e no entanto, nesse período de tempo vamos transmitindo a doença às pessoas que encontramos, sem nos apercebermos. Daí que as recomendações sejam para lavar muitas vezes as mãos, e ficar em casa, porque não sabemos, das pessoas com quem nos cruzamos, quem poderá estar infetado.

O Estado de Emergência em Portugal foi decretado a 18 de Março, e hoje 4 de Abril, continuamos em casa. Estamos todos no mesmo barco, e se remarmos todos no mesmo sentido, chegaremos a bom porto.

A Câmara Municipal de Porto de Mós, tem feito um trabalho que é de louvar, estando em sintonia com o Centro de Saúde, acompanhando em cada momento o evoluir da situação para tomar as medidas que se tornem necessárias, fornecendo material de proteção para os profissionais de saúde, e também para os Lares e para as IPSS, informando quem está em casa sobre a situação, em cada dia, no Concelho de Porto de Mós.

Amanhã é Domingo de Ramos.

A Semana Santa começa no Domingo de Ramos, em que celebramos a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, aclamado pelo povo que o aplaudia como “Aquele que vem em nome do Senhor”.

Este ano não nos encontramos para a benção dos ramos, porque dadas as atuais circunstâncias temos que ficar em casa, mas fomos convidados a colocar nas nossas portas, uma cruz e um ramo, e a acompanhar as celebrações de Quinta-feira Santa, Sexta Feira Santa, Sábado Santo e Domingo de Páscoa pela televisão e internet, porque esta é a festa mais importante do nosso calendário como Cristãos.

Continuamos em casa…

Continuamos unidos…

Esta entrada foi publicada em Cuidar da Natureza. ligação permanente.

Obrigado pela visita. Volte sempre!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s