Alqueidão da Serra

Freguesia de valioso património natural, histórico e cultural, integrada no Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros.

Situa-se a cerca de 4 km da sede do Concelho e foi elevada a freguesia no ano do 1615.

No inicio o lugar caracterizava-se pela disposição longitudinal das suas casas, dos dois lados da Estrada Romana que começava na Fonte, seguia pelo Caminho Velho, Rua de Cima, Ladeira do Santareno e Carreirancha. Existia ainda uma variante da Estrada Romana que saía do largo em frente à Casa do Povo seguindo para o Perulhal, e que dava ligação à Vila Romana “Colipo” perto de Leiria

A estrada foi feita para o escoamento do ferro explorado pelos Romanos nos Vieiros, no Zambujal e na Figueirinha.

Em 1734 os Monges de Cister (Alcobaça) construíram aqui uma Granja, e por sua influência  o Alqueidão foi conhecido como Alqueidão das Contas por causa da produção de contas, rosários e coroas. Em 1857 ainda era denominado Alqueidão das Contas, não se sabendo ao certo quando passou oficialmente a denominar-se Alqueidão da Serra.

Desta freguesia fazem parte os seguintes lugares:

  • Bouceiros,
  • Casal Duro,
  • Covas Altas,
  • Demó,
  • Casais dos Vales,
  • Vales,
  • Zambujal, 
  • Barrenta,
  • Covão de Oles,
  • Valongo

Quem nos visita pode apreciar a Estrada Romana, a Capela de Nossa Senhora da Tojeirinha, a Igreja Paroquial, o Cruzeiro, o moinho de vento, e pode descansar no Parque de lazer da Lapa. Para um almoço ao ar livre tem o parque de merendas junto ao moinho, ou o parque de merendas junto à estrada romana. Pode ainda desfrutar de uma soberba paisagem no Miradouro do Jurássico. Tem condições ímpares para a prática de B.T.T, Aeromodelismo e Parapente.

Quanto à gastronomia salientam-se as Morcelas, (que são feitas com carne magra e que fazem parte do famoso Cozido à Portuguesa)

A população residente, dedica-se à exploração de pedreiras e a uma agricultura  de subsistência.

Demografia

Ano       População Residente           Fonte

 1527                    23               “Registo das cidades, vilas e logares
                                                   que há em esta Comarqua  da Estremadura
                                                  e dos moradores que há em cada hum delles
                                                   o qual se fez per mandado del Rey noso Senhor”
 
 1712                   470             “Corografia Portuguesa e descripçam topográfica
                                                  do famoso reyno de Portugal com as noticias
                                                 das fundaçõoens das Cidades, Villas & Lugares,
                                                 que contèm”,
                                                 da autoria do P.e António Carvalho da Costa
 
 1736                  288             “Geografia Histórica de todos os Estados Soberanos
                                                  da Europa, com as mudanças, que houve nos seus Dominios,
                                                  especialmente pelos Tratados de Utrech”,
                                                de D. Luís  Caetano de Lima.
 
 1755                    269           Padre Sebastião Vaz
 
1758                     297           Padre Sebastião Vaz
 
 1810                     267          Bispo D. Manuel de Aguiar –   Antes das Invasões Francesas
 
1811                     146           Depois das Invasões Francesas
 
 1837                  464             Padre João Vieira
 
 1846                  692           “Mapa Alfabético das Freguesias do Continente do Reino,
                                               Conforme a Nova Divisão Territorial Civil, Judiciária,
                                               Ecclesiástica e Militar, Com Referência ao Sistema Antigo”.
 
1864                   842            Instituto Nacional de Estatística
 
1878                   958           Instituto Nacional de Estatística
 
 1890               1072            Instituto Nacional de Estatística
 
 1900                1169           Instituto Nacional de Estatística
 
 1911                1339           Instituto Nacional de Estatística
 
 1920              1400            Instituto Nacional de Estatística
 
 1930               1597          Instituto Nacional de Estatística
 
1940                1885           Instituto Nacional de Estatística
 
1950               2060           Instituto Nacional de Estatística
 
1960               2278            Instituto Nacional de Estatística
 
1970               1916           Instituto Nacional de Estatística
 
1981                1741          Instituto Nacional de Estatística
 
2001             1813              Instituto Nacional de Estatística 
 

Cencus 2001 – Nivel de Escolaridade

População residente (homens e mulheres) 1813

Nenhum nível de ensino… 351

1º Ciclo do Ensino Básico… 722

2º Ciclo do Ensino Básico… 229

3º Ciclo do Ensino Básico… 182

Ensino Secundário…………. 206

Ensino Médio………………………2

Ensino Superior……………… 12

Vídeo | Esta entrada foi publicada em A Aldeia. ligação permanente.

Obrigado pela visita. Volte sempre!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s