Pantalugos

A palavra “pantalugos” não existe no dicionário e só se usa no Alqueidão, quando nos queremos referir à rama verde que nos fins de Abril e durante o mês Maio vai dar origem à maior erva que existe em Portugal, a canafrecha.

Pantalugos aparecem com abundância nas bordas dos caminhos e nos terrenos não cultivados. Antigamente serviam para varrer o forno de cozer o pão, fazendo-se com a rama uma espécie de vassoura.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Nos dias que correm abundam os terrenos não cultivados, e os pantalugos não têm qualquer utilidade na vida das pessoas, por isso eles crescem livremente por todo o lado, dando origem a grandes extenções de canafrecha.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A Canafrecha (Ferula communis), é nativa da região mediterrânica e dá-se bem em solos de origem calcária. Antigamente as crianças aproveitavam o caule desta planta para rudimentares brinquedos. Actualmente, apesar do seu porte majestoso ninguém lhe dá importância nenhuma.

Esta entrada foi publicada em Plantas Silvestres com as etiquetas , . ligação permanente.

Uma resposta a Pantalugos

  1. Os pantalugos têm um cheiro bem característico e um pouco fedorento… 🙂

    Gostar

Obrigado pela visita. Volte sempre!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s