O Milho

Contam os mais mais velhos que antigamente depois de semear o milho até ao momento em que este estava pronto para ser colhido, decorriam uns quatro ou cinco meses.

O milho era apanhado à mão e levado para as eiras. Depois juntavam-se na eira grandes grupos de pessoas para a descamisada que decorria entre canções, danças e grande convívio. Era frequente os rapazes ficarem de noite nas eiras, dormiam na casinha da eira.

escamisada

Depois o milho era riscado com um cebolão e a seguir era esgravelhado para separar o grão do carolo, e era estendido na eira para secar.

IMG_0008

O milho ficava na eira até secar, era mexido diariamente e quando estava seco, era limpo com pás de madeira: atirava-se ao ar e depois o vento tratava de levar o lixo. Se fosse pouca quantidade era joeirado com um crivo.

Depois tudo se aproveitava:

  • O milho branco era para fazer farinha e o amarelo era para britar para depois dar às galinhas.
  • Os carolos serviam para queimar nas lareiras e ajudar a aquecer as casas.
  • As camisas do milho serviam para alimentar os animais, e também para encher colchões, depois de bem desfiadinhas.
  • As barbas do milho serviam para fazer as cabeleiras das bonecas de trapos com que as meninas brincavam.

Os tempos foram evoluindo e apareceram as máquinas que fazem um trabalho pesado fisicamente, com uma facilidade enorme e num curto espaço de tempo. Deixou de ser necessário escamisar e esgravelhar, ficou tudo muito mais simplificado e no final, a maioria das pessoas já não aproveita quase nada.

Os colchões de camisas de milho foram substituídos por colchões em esponja. As lareiras foram substituídas por aquecimento a gasóleo ou a electricidade, e as meninas não brincam com bonecas de trapos.

Hoje em dia, os milheirais são cortados num curto espaço de tempo, com o milho a ser arrancado, “esgravelhado” e os carolos deitados novamente à terra. No final o agricultor aproxima o seu tractor da máquina para esta descarregar o milho que está no seu reservatório, e depois disto só resta colocar a secar e limpar.

Antigamente eram precisas algumas semanas para fazer todo o trabalho que, com as máquinas actuais se faz em dois dias. A verdade é que, se actualmente tivesse que ser tudo feito à mão já ninguém semeava nada. São poucas as pessoas que se dedicam à agricultura, e verifica-se que mais de 50% dos nossos terrenos já não são cultivados.

O Milho na Alimentação Humana

Para além da farinha, o milho é utilizado na produção de cereais de pequeno almoço como por exemplo corn flakes, e também na produção de xarope de milho que é utilizado como adoçante.

Na indústria, o milho é utilizado como componente na fabricação de rebuçados, biscoitos, pães, chocolates, geleias, gelados, etc.

Ao contrário do que acontece com o trigo, o milho não tem glúten.

 

Esta entrada foi publicada em Hortas e Quintais. ligação permanente.

Obrigado pela visita. Volte sempre!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s