Musica Tradicional

As musicas que eram cantadas tradicionalmente nas festas populares e religiosas de antigamente, foram deixando de se cantar, e com o passar do tempo entraram para o rol das coisas esquecidas.

Alfredo de Matos escreveu as letras dessas musicas que eram cantadas pelos seus pais e pelos seus avós, e cuja origem já se tinha perdido na correnteza dos dias.

Musicas que os nossos antepassados cantavam

Até à década se 50 fazia-se anualmente em Maio a Festa em honra de Nossa Senhora. As raparigas arranjavam grandes cestas de flores do campo e compunham lindas ofertas para nossa Senhora. Percorriam as ruas num cortejo em direcção à Igreja, ao qual se iam juntando as raparigas da zona por onde o cortejo passava, e cantavam:

DSC04255

São João já vem perto

O dia de São João era o mais festejado dos “santos populares”. Rapazes e raparigas preparavam tudo com antecedência para as grandes fogueiras de São João.

Primeiro procedia-se à apanha e seca da pimenteira, do tojo molar e doutras espécies botânicas, e também ao corte da pernada de carvalho ou do chaparreiro, e no dia 23 da parte da tarde, colocava-se tudo no local escolhido para a fogueira. 

Cavava-se o buraco no qual era espetado o ramo da árvore, o qual se atacava lateralmente com terra e pedras, de forma que se aguentassem em pé, bem vertical, até ao fim.

Feito isto, que era básico, vinha a disposição da pimenteira e do tojo molar em volta da pernada. Colocava-se em camadas, que se sobrepunham à mistura com alecrim, sargaços, estevas, morganiça, carrascos e pequenos ramos doutras árvores que serviam para rigoroso travamento do conjunto, de forma que a fogueira se aguentasse por mais tempo, visto que a pimenteira e o tojo secos, ardem que nem candeias e muito rapidamente.

Pelo meio de tudo isto, iam “semeando” bombas de foguete, bichas-de-rabear e pequenas partes de pedras que se escolhiam, no Pregal do Órfão, e que estalavam com o calor. Tudo isto no seu dado tempo, estrelejava e fazia efeitos diversos enquanto o crepitar da fogueira ia crescendo. Depois era a folia pela noite dentro, saltando a fogueira e cantando:

DSC04257

Por alturas do Natal, cantava-se:

Partiram as três Marias

DSC04256

Esta entrada foi publicada em Património Imaterial. ligação permanente.

Uma resposta a Musica Tradicional

  1. Maria Matos Amado diz:

    Encheu-me a alma de alegria recordar os canticos de que ainda recordo da minha infancia. E ainda mais porque foram trazidos ate aos nossos dias pela boa iniciativa do meu estimado tio, Alfredo de Matos, tambem pela dedicacao da Dulce Gabriel dispor do seu tempo para nos oferecer o acesso aos costumes do nosso Alqueidao. Obrigada Dulce

    Gostar

Obrigado pela visita. Volte sempre!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s